Ética profissional

No momento está em processo de desenvolvimento uma Declaração Internacional de Princípios Éticos na Captação de Recursos. Cinco princípios estão sendo considerados:

  • Honestidade: O Captador deve em todos os momentos agir com honestidade e correção para corresponder à confiança do publico e proteger doadores e beneficiários;
  • Respeito: O Captador deve sempre agir com dignidade para com sua atividade e organização bem como para seus doadores e beneficiários;
  • Integridade: O Captador deve agir abertamente com responsabilidade. Deverá expor qualquer conflito de interesse e evitar qualquer aparência de mau comportamento profissional ou pessoal;
  • Consideração: O Captador encorajará outros a trabalhar com os mesmos princípios, valorizando a privacidade, o livre arbítrio e a diversidade em todas suas formas;
  • Transparência: O Captador fará relatórios claros sobre seu trabalho, sobre a forma como os recursos são obtidos e aplicados, bem como os custos envolvidos.

 

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DO/A ASSISTENTE SOCIAL - 10ª EDIÇÃO - Texto aprovado em 13/3/1993, com as alterações introduzidas pelas Resoluções CFESS nº290/94, 293/94, 333/96 e 594/11  Confira aqui https://www.cfess.org.br/arquivos/CEP_CFESS-SITE.pdf.

 

Código de Ética e Conduta Profissional (Associação Brasileira de Captadores de Recurso) tem como propósito pautar a atuação adequada do profissional. Sua versão está neste link: https://captacao.org/recursos/institucional/codigo-de-etica